#BGS10 – Resumão da Brasil Game Show 2017

Confira nosso resumo com as melhores atrações da décima edição da Brasil Game Show.

Brasil Game Show 2017, o maior e mais importante evento de games da América Latina concluiu neste domingo a sua décima edição. Estivemos presente durante todos os dias, acompanhando de perto as novidades desse ano.

Logo no primeiro dia, destinado à imprensa, convidados VIPs e visitantes Premium, na cerimônia de abertura, Marcelo Tavares, o criador da BGS reuniu 3 mitos do mundo dos games em um mesmo espaço. Phil Spencer, CEO da marca Xbox, HIdeo Kojima, criador da série Metal Gear, Ed Boon, de Mortal Kombat e Injustice, inauguraram a décima edição da Brasil Game Show.

Kojima, Ed Boon, Phil Spencer e Marcelo Tavares

Neste ano a Brasil Game Show retornou ao Expo Center Norte, o mesmo lugar em que ocorreram as edições 2012, 2013, 2014 e 2015. O local oferece uma excelente infraestrutura e as vias que levam a este centro de convenções são menos congestionadas, o que facilita o acesso. Algo muito importante em São Paulo e que ajuda muito a não perdermos um segundo da BGS por chegar atrasado.

A BGS reserva um pavilhão inteiro para acomodar os visitantes na fila de entrada do evento, isso mostra a preocupação dos organizadores com o conforto dos seus visitantes, já que aguardar em um local coberto e com ar condicionado, é bem melhor do que do lado de fora, especialmente em época de chuva.

Vamos começar falando dos estandes das fabricantes dos principais consoles da atualidade, SONY e Microsoft.

Playstation BGS 2017

No estande da SONY, haviam vários jogos disponíveis aos visitantes, dentre eles, destacamos Destiny 2 e Call of Duty WWII, ambos jogos da Actvision, que também esteve de volta ao evento neste ano com um estande próprio com várias máquinas para que os visitantes pudessem testar e ter suas primeiras impressões sobre seus jogos.

Além destes games, no estande da SONY, havia a demo de Gran Turismo Sports, disponível para ser jogado em uma cabine de pilotagem com o volante Thrustmaster, chamado de T-GT.

Trailer de Detroit:Become Human (ative as legendas)

Na nossa opinião, o jogo em destaque neste ano para Playstation 4, foi Detroit: Become Human que apresentava uma cena de crime envolvendo um androide rebelado em Detroit, 20 anos no futuro. O jogo tem um estilo semelhante ao de Heavy Rain,  Beyond Two Souls, com foco na narrativa e forte apelo emocional que nos faz refletir sobre situações plausíveis em um futuro próximo, algo como vemos na série Black Mirror (se você não assistiu, recomendamos fortemente que assista).

No estande da SONY, um jogo indie chama a atenção pela sua criatividade e história inusitada. Nele, um castelo está sendo invadido e não há nenhum herói para defendê-lo, apenas os moradores e funcionários comuns do castelo que não possuem habilidade nenhuma em batalha. O jogo é ideal para se jogar com amigos e é bem divertido.

Uma das principais atrações nessa área foram os jogos em realidade virtual do Playstation VR, vários gamers tiveram sua primeira experiência em realidade virtual durante o evento e muito interessante ver a reação das pessoas ao experimentarem este acessório incrível pela primeira vez na vida.

Para quem curte um bom RPG, Ni No Kuni 2 também estava lá, com seu visual incrível no estilo Anime, para a galera jogar e se encantar com essa obra de arte dos videogames.

God of War esteve presente apenas em vídeos mostrado no telão do estande e em um banner temático da Santa Mônica Studios, responsável por toda franquia GOW. Quem esteve lá pode assinar este banner que será levado de lembrança e ficará em exposição nos estúdios em Santa Mônica CA nos Estados Unidos.

XBOX na BGS 2017

No estande da Xbox, o principal destaque está em sua nova versão do console, o Xbox One X, que foi trazido em primeira mão para ser testado pelos visitantes na Brasil Game Show 2017.

Infelizmente não era permitido filmar ou fotografar dentro da cabine onde estava o Xbox One X, jogamoso novo jogo da franquia de simuladores da Microsoft, Forza Motorsport 7, rodando liso em 4K e usando o controle elite.

Xbox One X e Forza 7 na BGS 2017

Parece que a Microsoft Studios faz os jogos de Forza com a intenção de mostrar qual o real potencial gráfico de suas máquinas, já que o visual de cada novo jogo chega sempre impressionando, deixando os gamers de queixo caído de tão bonito que é o game.

O recém lançado Cup Head estava lá, essa é a terceira vez que vemos o game em uma edição da Brasil Game Show, felizmente o jogo foi lançado e está recebendo notas excelentes nas reviews dos sites especializados.

PS: Reduzimos o volume do áudio. O estande da Xbox era um dos mais badalados da BGS 2017, ele não podia sair daquele local e estávamos do lado da caixa de uma caixa de som enorme, mal dava pra ouvir o que ele dizia. e meu inglês também não é lá essas coisas Fizemos o melhor possível para entregar um áudio de qualidade.

O jogo mais impressionante do estande da Xbox e de toda Brasil Game Show 2017, na nossa opinião, é Sea of Thieves. Conversamos com Cameron Thomas sobre este jogo incrível que traz a temática de pirata em um mundo aberto com áreas construídas cuidadosamente por game designers experientes e outras regiões geradas proceduralmente, ou seja, o conteúdo vai se formando randomicamente, à medida que o jogador avança na exploração dos mares, oceanos e ilhas.

Um dos pontos fortes de Sea of Thieves é o multiplayer, os jogadores precisam formar uma tripulação que trabalhe em equipe para encontrar tesouros e enfrentar inimigos.

Por ser um jogo de piratas, faz todo sentido que um navio possa se atracar com outro e as tripulações se enfrentem para ver quem vai ficar com o tesouro. Isso é possível em Sea Of Thieves e estes combates prometem ser um dos pontos altos do multiplayer.

Embora os combates entre as tripulações sejam parte do jogo, isso é algo muito arriscado por dois motivos. Primeiro, porque a tripulação que perde a batalha, se torna parte de um navio fantasma (legal isso né?) e precisam cumprir objetivos específicos para voltar a vida, algo que me lembrou bastante a série de filmes Piratas do Caribe.

O segundo motivo é que, quando uma tripulação é saqueada, é possível notificar isso para os outros jogadores, que irão caçar este saqueador que quebrou o código de honra dos piratas. Os outros jogadores são notificados de onde está o saqueador e receberão recompensas ao atacá-lo, ou seja, é preciso estar muito confiante na força de sua equipe para tentar saquear outro navio pirata.

Mas piratas são ladrões não é mesmo? Afinal o nome do jogo é Sea of Thieves, que significa Mar de Ladrões em português. Então, para evitar os riscos de entrar em um confronto direto com outra tripulação, é possível agir na surdina, mergulhando e entrando no navio de outra pessoa sem ser detectado por ninguém.

O jogo vai contar com itens que facilitam agir em stealth (escondido), mas ser pego também é um risco bem alto, já que o invasor estará em uma situação bem vulnerável.

Far Cry 5

Outro estande fantástico na BGS 2017 foi o da Ubisoft. Eles montaram a réplica de uma típica igrejinha típica de cidades pequenas dos Estados Unidos,  para divulgar Far Cry 5, que tem essa temática de ceitas estranhas com fanáticos religiosos.

Desafio do Faraó

Do outro lado, havia “O Desafio do Faraó”, uma parede de escalada, como aquelas que vemos em academias, só que customizada em um estilo egípcio, uma atração bem divertida para divulgar o jogo Assassin’s Creed Origins que se passa no Egito, nos tempos dos faraós.

South Park A Fenda Que a Bunda Força

Também no estande, havia o jogo South Park: A Fenda que Abunda Força, um típico RPG de turno com os personagens deste desenho hilário e polêmico. Se você é um desses caras que fica fazendo mimimi por qualquer coisa na internet que julgue ofensivo, é melhor passar longe desse jogo, ele é só para quem tem senso de humor e sabe rir de qualquer coisa.

Arena Ubisoft BGS 2017

A Ubisoft está com um dos jogos mais proeminentes no cenário de eSports da atualidade com Rainbow Six Siege, a empresa tem apoiado os campeonatos e trouxe à BGS a Ubisoft Arena. Para saber mais sobre os eSports da Ubisoft, clique aqui e se inscreva no canal oficial Ubisoft e-Sports – BRASIL. Alem deste, a empresa também conta com For Honor, um jogo competitivo com um temática medieval.

Outro jogo diferenciado da Ubisoft é Just Dance 2018, franquia de jogos de dança feitos para um público específico e eu confesso que esta não é muito a nossa praia. Fizemos este vídeo para quem curte dançar em um jogo que conquistou milhões de fãs pelo mundo e que reina em absoluto neste estilo.

Warner na BGS 2017

A Warner também esteve presente na Brasi Game Show 2017 com um estande incrível, junto com a Capcom que trazia Marvel Vs Capcom Infinity e EA, com o jogo FIFA 2018.

Além deste, havia Shadow of War, o incrível RPG que se passa no universo dos livros “O Senhor dos Anéis” e Injustice 2, o que trouxe Ed Boon, CEO da Netherrelms Sudios, responsável pelo desenvolvimento do game. Ele esteve no evento dando autógrafos e interagindo com o público.

Mas não é só nos consoles que os games marcam presença não é verdade? Existem jogos mobile incríveis e na nossa opinião, o melhor deles na atualidade é Summoners War, desenvolvido pela coreana Com2Us, o jogo evolui a cada ano, trazendo muitas novidades e se aperfeiçoando cada vez mais.

Conversamos com Daniel Kim, representante da Com2us na Brasil Game Show. Essa é a terceira vez que nos encontramos com ele na Brasil Game Show. Tanto o Daniel quanto o Samuel “Desperado” são muito simpáticos e representam bem este jogo incrível.

O estande de Summoners War é sem dúvida um dos mais bonitos de toda BGS 2017, eles capricharam bastante! O jogo é gratuito e muito bonito, vou deixar o link do game na Googla Play e Apple Sotre:

01 – Sommoners War para Android 

02 – Summoners War para Iphone

A área Indie da Brasil Game Show 2017 trouxe games produzidos por desenvolvedores nacionais que trabalham duro e estudam bastante para conseguir tirar suas ideias do papel e criar um jogo original.

Foram muitos games indie este ano, na imagem acima postada por membros da equipe da Cat Nigiri, vemos todos os representantes dos jogos que estiveram presentes na área indie da BGS 2017.

Alguns jogos nacionais conseguem se destacar no tão competitivo mercado dos games! Este é o caso de Sky Dome, um jogo que nos impressionou bastante este ano. Seu desenvolvimento começou no ano passado, quando o vimos pela primeira vez na BGS. Em 2017, eles voltaram com um estande incrível e muito bem produzido, mostrando batalhas ao vivo e distribuindo brindes aos visitantes.

E a qualidade dos jogos indies se supera a cada ano, damos destaque aqui para a Hexa Game Studios que produziu um jogo muito bonito com um visual que lembra muito os jogos como Dark Souls e Blood Borne.

Tem gente muita criativa no Brasil, fazendo jogos que bem diferentes do que estamos acostumados a ver. Um deles é Pixel Ripped, um jogo em realidade virtual que será lançado para Playstation 4 para ser jogado com o PS VR e PC, com o HTC Vive e Oculus Rift.

E se você acompanha o nosso site, provavelmente já ouviu falar de Distortions, um game brasileiro bem diferentão, com belos gráficos e uma proposta ousada e inovadora, quebrando os paradigmas de jogabilidade que estamos acostumados.

Conversamos com os criadores de Distortions que investiram 8 anos de suas vidas no desenvolvimento dessa obra de arte, se quiser saber mais sobre o game, clique aqui e veja outras publicações que fizemos em nossa página a respeito do game.

E se você quiser saber mais sobre os games indie que estiveram na BGS deste ano, clique aqui e acesse a Indie Side, lá você fica sabendo de tudo que rola no cenário indie.

E uma das coisas legais da BGS é poder encontrar vários produtos voltados ao público nerd em um só lugar.

A HyperX, Aorus (linha gamer da Gigabyte) Razer, Acer, Saraiva, Lojas Americanas, Casas Bahia e várias outras lojas prepararam estandes enormes e levaram vários produtos voltados ao público gamer. Quem acompanha a feira até o final, tem a oportunidade de aproveitar descontos incríveis em vários produtos.

Uma das atrações mais divertidas da BGS 2017 foi o simulador de Fórmula 1, trazido ao evento pela Gigabyte para divulgar a Aorus, a sua linha de produtos gamers de altíssima qualidade. Este foi um dos simuladores mais realistas que já experimentamos, os movimentos do carro eram muito reais e dava para sentir a velocidade e a pista com muita intensidade, a Gigabyte se superou nessa! Que coisa incrível esse simulador! Legal demais! Difícil de descrever com palavras a emoção de experimentar um negócio desses.

Canon na BGS 2017

A Canon também esteve presente com um estande no evento, dando dicas para quem quer melhorar o seu canal no Youtube. O pessoal do canal Audiovizuando, especializado em equipamentos de filmagens e em técnicas de produção, estavam lá esclarecendo as dúvidas das pessoas ali presentes.

E logo ao lado da Canon estava um dos locais mais importantes da Brasil Game Show 2017, onde várias personalidades do mundo dos games estiveram presentes interagindo com o público e dando autógrafos. Dentre eles, vale destacar a participação de Nolan Bushnnell, criador do Atari, sem ele, não existiriam os videogames de hoje.

Alem dele, estiveram no meed greet da Canon o Ed Boon de Mortal Kombat e Injustice, o comediante Danilo Gentili, David Craneo criador de Pitfall e o mito Hideo Kojima, criador de Metal Gear. Tivemos a oportunidade de nos encontrarmos com todos eles e conseguimos o autógrafo do Kojima na caixa do game original Metal Gear, lançado em 1987 para MSX 2. Este foi um dos pontos altos pra gente nessa BGS! Um momento épico que marcou nossas vidas para sempre.

Brasil Game Cup na BGS 2017

A Brasil Game Cup esteve presente nessa BGS, assim como em toda edição do evento. Mas infelizmente não conseguimos fazer a cobertura dos campeonatos, nossa equipe não manja muito das competições e não tivemos tempo de acompanhar de perto tudo que estava acontecendo. Mas se você quiser saber quais foram os vencedores dos campeonatos, clique aqui ou acesse diretamente o site da Brasil Game Cup no link: brasilgamecup.com.br.

Marcelo Tavares, o criador da Brasil Game Show, levou novamente ao evento o museu Evolução do Videogame, com seu acervo pessoal de maior colecionador de games do Brasil e uma área arcade pra galera jogar a vontade e se divertir.

Cosplayers BGS 2017

Gostaríamos de parabenizar os cosplayers que participaram da Brasil Game Show 2017, essa galera apaixonada por sua arte se esforça bastante para conseguir o melhor resultado possível em suas produções. Eles se esforçam bastante, trazendo equipamentos e acessórios de seus cosplays, o que pode ser algo muito cansativo e desgastante. Só mesmo os mais dedicados conseguem superar estes desafios e levar ao evento muita beleza e diversão, dando a oportunidade aos visitantes de fotografarem e interagirem com seus personagens favoritos. Criamos em nossa fanpage do Facebook um album só de cosplayers da BGS 2017 (clique aqui e confira), parabéns a todos por sua participação e por tornar o evento ainda mais bonito.

E assim concluímos a nossa cobertura da Brasil Game Show 2017, o melhor e maior evento de games da América Latina, feito de gamers para gamers, trazendo muito conteúdo inédito em primeira mão para os visitantes. A BGS é o evento mais importante de games em nosso país, ele foi o principal responsável por mostrar ao mundo o potencial do público brasileiro que curte games.

Hoje somos o quarto maior mercado de games do mundo, mesmo com todas as dificuldades que o nosso governo cria, com impostos absurdos e barreiras de importação. Apesar de todos estes desafios, a BGS conseguiu conquistar o seu espaço com muito trabalho duro e sem o apoio algum, trabalhando de forma honesta. autêntica e independente, sem ajuda do governo ou de qualquer outro tipo de apoio estatal. Foi com muita dedicação, amor e trabalho duro que a BGS concluiu neste último domingo a sua décima edição. Parabéns a todos os organizadores! O evento foi incrível!

Que venha a Brasil Game Show 2018! Já estamos com saudades!