E3 2017 – Resumo da conferência da Microsoft Xbox

A conferência da Microsoft na E3 2017 foi a segunda grande apresentação do maior evento de games no mundo.

Phil Spencer, CEO da linha Xbox da Microsoft sobe ao palco da Microsoft na E3 2017 e começa falando da Mixer, a nova plataforma de transmissão de gameplay através do Xbox One.

Xbox One X

Logo em seguida, é mostrado o novo console da empresa, que agora possui um nome oficial, Xbox One X, o novo nome do projeto Xbox One Scorpio,

Segundo Spencer, este é o console da atual geração com o maior poder de fogo, o Xbox One X estará disponível ao público a partir do dia 07 de Novembro deste ano.

Para falar um pouco das especificações do hardware e outros detalhes do Xbox One X, Phil Spencer chamou ao palco Kareem Choudhry,

Segundo ele, o console terá 6 Teraflops de GPU com clock de 1.172 Ghz e 12 Gb de DDR5. Isso com certeza é muita coisa! O console terá capacidade de rodar Blu Rays em 4K e com essa GPU os games vai rodar com folga os games em 4k reais.

Em seguida foram explicado alguns detalhes tecnicos da tecnologia Scorpio, que possuiu uma arquitetura diferente, que alem de conferir uma maior performance, faz com que o Xbox One X seja menor que seus irmãos.

Para mostrar do que o Xbox One X é capaz, nada melhor que uma apresentação em 4K de Forza 7, um dos mais realistas simuladores de corrida disponíveis no mercado.

Durante sua trajetória, a franquia Forza sempre chegou trazendo os melhores gráficos disponíveis para um console da Microsoft e dessa vez não é diferente.

Rodando nativamente em 4K, o nível de realismo mostrado no jogo é de cair o queixo, mal dá pra acreditar que se trata de um jogo. Forza 7 estará disponível para todos os modelos de Xbox One e PCs com Windows 10.

De volta ao palco, Phil Spencer disse que nessa apresentação na E3 2017 seriam mostrados 42 jogos, sendo que 22 deles são exclusivos para os membros da Xbox Live e que todos eles vão rodar muito melhor no Xbox One X.

O primeiro game mostrado em seguida me deu muita vontade de jogar, Metro Exodus está com gráficos incríveis de encher os olhos. Em um longo gamplay gravado, deu pra ver que os desenvolvedores criaram cenários riquíssimos em detalhes, realmente uma obra de arte.

Quem jogou os outros jogos da série Metro, especialmente a versão Redux, sabe do que o jogo se trata. O game tem uma história baseada no livro Metro 2033 do escritor russo Dmitry Glukhovsky e sua ambientação é perfeita para um game pós-apocalíptico. O enredo é bom, o visual é deslumbrante e a jogabilidade é muito boa. Com certeza Metro Exodus será um grande jogo!

O próximo game a entrar em cena foi Assassin’s Creed Origins, que conta a historia de Baiac (não tenho certeza de como escreve, o nome foi apenas dito no palco) no Egito antigo, ele se passa em uma das primeiras grandes civilizações da humanidade.

Como é de se esperar, a Ubisoft caprichou na ambientação, os gráficos estão maravilhosos e dessa vez, esperamos que eles tenham aprendido com seus erros do passado e que o game chegue sem problemas já no seu lançamento.

O gameplay gravado mostrado na conferência foi bem longo e deu pra ver muitos detalhes da jogabilidade. O jogo parece mesmo um projeto ambicioso e gigantesco da Ubisoft, do jeito que a franquia Assassin’s Creed merece.

Phil Spencer voltou a falar do Mixer e de seus recursos e logo em seguida foi a vez de Brendan Greene falar de Player Unknown Battlegrounds, que chega primeiro ao Xbox One.

Player Unknown Battlegrounds é um jogo de tiro tático competitivo com visão em terceira pessoa, com mapas enormes, gráficos realistas e jogabilidade diferenciada.

O próximo game também foi anunciado como exclusivo, trata-se de Deep Rock Galatic, um jogo de exploração espacial com visão em primeira pessoa. Apenas um trailer curto foi mostrado, sem maiores detalhes até o momento.

Na sequencia, um gameplay trailer de State of Decay 2, jogo de sobrevivência com zumbis.

O próximo jogo a entrar em cena, também é exclusivo, dessa vez um narrador alucinado berrava durante o trecho de uma partida, mostrando que Darwin Project é um jogo que eles pretendem alavancar no cenário dos eSports.

E não poderia faltar Minecraft nessa apresentação e o destaque principal esteve na resolução 4K e no modo interativo multiplataforma e sua conectividade capaz de romper as fronteiras entre consoles, PCs, Macs, Tablets, VR e Smartphones.

E a apresentação da Microsoft continuou com uma série de trailers curtos de vários jogos, mas o primeiro deles é o tão aguardado Dragon Ball Fighters, um novo jogo com os heróis do anime que dessa vez será um game de luta com mecânica 2D, já falamos dele aqui no site, clique aqui para sabe mais.

Depois foram exibidos trailers e teasers do MMO Black Desert, de um belíssimo game em pixel art e estilo retro-futurista chamado  Last Night, do indie Artful Escape e de Golden Vein da Bandai Namco.

O próximo game é um dos mais impressionantes e originais mostrado até agora, Sea of Theves.

Este game tem cenários e missões gerados de maneira procedural, ou seja, uma experiência diferente para cada um que jogar. Em um mundo com um oceano gigantesco, cheio de tesouros e perigos, o jogador deve velejar em busca de tesouros em navios naufragados, ilhas remotas e outros lugares típicos do universo dos piratas.

Sea of Theves tem gráficos caricatos, no estilo cartoon, mas com belas texturas e um excelente trabalho de luz que lembra o visual que vemos em jogos como Overwatch, que segue um pestilo visual semelhante.

No gameplay apresentado, o narrador explicou o modo multiplayer e outras funcionalidades, foi um vídeo bem extenso e com muitos detalhes, o que mostra que o o jogo está praticamente pronto pelo visto.

Alem das batalhas corpo a corpo, com sabres, bacamartes e outras armas típicas dos piratas, o game tem também batalhas navais espetaculares. Sea of Thieves é com certeza uma das grandes promessas desse ano.

Voltaram a seguir com vídeos curtos de outros títulos mostrados sem muitos detalhes, exibiram um teaser de Tacoma, jogo que será lançado no dia 2 de Agosto, Super Lucky’s Tale um jogo de uma raposinha (eu já joguei ele em VR e é muito bom, simples e divertido) e o aguardadíssimo Cuphead, um incrível game em 2D com uma pegada de desenho animado antigo (esse aí muita gente já conhece, uma versão jogável esteve disponível na Brasil Game Show 2016 e os visitantes puderam testá-lo no evento).

No próximo vídeo, quem aparece é ninguém menos que Terry Crews, o ator e comediante conhecido pelos comerciais de desodorante e da série “Todo Mundo Odeia o Chris”.

O jogo que ele apresentou foi Crackdown 3, o que mostra que a franquia está mesmo investindo pesado em sua publicidade, trazendo um dos atores mais carismáticos da atualidade.

Na sequencia, mais um monte de vídeos rápidos trazendo cenas de vários jogos em um compilado na forma de um trailer rápido que junta vários jogos em um vídeo só, sem mostrar quase nada de cada um.

Na continuação, mais um exclusivo. Ashen chega ao palco da Microsoft na E3 2017, um jogo de ação em terceira pessoa com aliens e uma ambientação muito sinistra.

E quando a logo da Square Enix pinta na tela, a galera se empolga. O trailer curto da continuação de Life is Strange foi o suficiente para que os visitantes aplaudissem.

Depois foi a vez de Middle-earth: Shadow of War, a continuação do aclamado RPG no universo do Senhor dos Anéis. A apresentação do game foi bem extensa e mostrou muito do gameplay, dos gráficos e um pouco do contexto.

Em um piano no palco, um músico tocava ao vivo a belíssima trilha sonora de Ori Rhe Will of The Wisps enquanto o trailer era exibido ao fundo.

De novo no palco, Spencer falou do sucesso da retrocompatibilidade do Xbox One e disse que o programa continuará expandindo, trazendo de volta jogos do primeiro Xbox.

Patric Soderlund sobe ao palco para falar dos jogos da Eletronic Arts que estarão disponíveis para Xbox One e PC, dado enfase aos benefícios da capacidade adicional de performance do Xbox One X.

Ele também esteve presente na conferência de ontem da Eletronic Arts na E3 2017 e como prometido, mostraram mais detalhes de Athen, aproveitando a resolução em 4k proporcionada pelo Xbox One X.

No jogo vc tem um mundo aberto enorme que pode explorar em modo multiplayer cooperativo com visão em terceira pessoa. Seu personagem possui um traje especial que permite que ele voe, mergulhe debaixo d’agua e alem de proteger o soldado, confere habilidades especiais e equipamentos customizáveis.

Ontem não foi mostrado muita coisa sobre Anthem na conferencia da EA, mas agora sim temos um gameplay com uma duração considerável, capaz de revelar muita coisa do jogo.

E assim termina a conferência da Microsoft e sua linha de produtos da marca Xbox na E3 2017. Alem do novo console vários games foram apresentados e um grande destaque à resolução 4K foi dada nesta apresentação.

Embora muitos dos games tenham sido apresentados como exclusivos, sabemos que em sua maioria se trata apenas de um lançamento antecipado, mas os jogos que de fato são exclusivos da Microsoft são o suficiente para fazer com que o console valha a pena.

Espero que esteja curtindo a nossa cobertura da E3 2017, fique ligado na all3games.com e clique no sininho do canto inferior direito do site para ser notificado imediatamente sempre que uma nova notícia for postada.